sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Robô só faz 'strikes' e alcança jogo perfeito no boliche

Robô faz strike em todas as jogadas. O equipamento pode ser programado para jogar a bola entre 10 e 24 km/h e fazê-la girar entre 50 e 900 rotações por minuto, muito mais que uma pessoa conseguiria. EARL, como é chamado, é usado pela equipe de Especificações e Certificações de Equipamentos do Congresso Nacional de Boliche dos EUA para testar engrenagens. Os dados recolhidos pelo robô são usados para definir as regras oficiais e para o design de equipamentos, como pistas, bolas e pinos. (Foto: USBC)

Fonte: G1.com.br