terça-feira, 9 de março de 2010

Os caixas eletrônicos vão mudar

País tem poucas unidades e precisa dobrar o número de terminais
César Franceschi está à frente da diretoria de marketing de uma empresa que, talvez, o grande público nunca ouça falar: a ATP. Isso porque o trabalho da companhia é de base. E, ainda que o resultado do que eles fazem seja visível no dia-a-dia de muitos, poucos saberão que a tecnologia empregada em boa parte dos caixas eletrônicos do país vem deles.
Agora, a ATP entra numa nova e ambiciosa fase: quer trazer para o mercado brasileiro um novo conceito de caixa eletrônico, que eles chamam de ATM (o nome em inglês do caixa eletrônico: automated teller machine) de varejo.
 
Consulte o Video a Integra No site do Olhar Digital Clicando Aqui